A minha vida num Psi...

Setembro 18 2008

"Sermos um punhado de dia... sermos um punhado de noite... sermos quem somos sem nunca trair a essência de um manifesto genético que nos emprenhou pelas entranhas de um pai e de uma mãe. Eis-me bela de dia e bela de noite. Sem olhar o meu reflexo imagino-me no espelho emocional dos outros... primeiro dos meus pais e posteriormente de quem e do que escolho. Escolho quem quero... tu! E escolho Lisboa."

"Fico-me na realidade das coisas!"

Publicado por Larissa às 14:08
Tags:

O modo como eu vejo o mundo... Tão condicionado como o de qualquer outra pessoa.
Posts recentes

Espelho, espelho meu...

Pesquisar neste blog
 
Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31