A minha vida num Psi...

Maio 10 2009

Quando a mente se enche de coisas que escolhemos para a nossa actividade profissional... a criatividade esconde-se numa tela branca onde o acto de projectar aquilo que mais queremos é... branco!

Branco é também a cor da morte nos países nipónicos (nunca confirmei.. até pode ser mito!), mas também é a cor da pomba da paz. Então o que pensar de um evento gigantesco denominado por algo como A Festa do Branco? É morte, é paz ou é simplesmente uma festa? Eu fico mesmo pela última! Cada cor, cada palavra distingue-se pelo seu sentido universal, mas também pelo conteúdo emocional com que a envolvemos.

 

Mas isto tudo a propósito do branco... além de festa é também uma paleta de imensas cores que se misturam e com as quais vou pintar as palavras que aqui vou escrevendo... Vou criando parcos conteúdos, mas vou criando! Não crio a partir da morte, porque não é a minha escolha, não a partir de paz porque a vida não o permite e porque a guerra das eleições se aproxima e nesta guerra eu entro com gosto! Mas depois, então sim fico em paz com a sensação de dever cumprido.

 

Mas no fundo deste devaneio escondo a cor preta, distinta e elegante, e com a qual pinto os olhos, e com os olhos encho esta tela branca de frases... mais e mais devaneios!

Acho que me vou deixar de devaneios e voltar a escrever coisas com nexo. Talvez deixando passar esta fase de imenso trabalho a capacidade volte.

Publicado por Larissa às 19:53

Legal seu blog..

Legais seus posts...

Beijos :)
Marcus_Vinicius a 21 de Maio de 2009 às 21:13

O modo como eu vejo o mundo... Tão condicionado como o de qualquer outra pessoa.
Pesquisar neste blog
 
Maio 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

11
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22

24
25
26
27
28
29
30