A minha vida num Psi...

Janeiro 24 2009

Durante este semana acabei dois fantásticos livros a que me dedicara a ler.

Um deles... "A Viagem do Elefante" de Saramago... permitiu-me novamente pensar nas suas oportunas palavras.

 

Na página 116, Saramago conta uma história sobre lobos que iriam atacar uma vaca e sua cria, e que o fizeram durante 12 dias... após este tempo os Homens vieram salvá-la daquela situação... mas a pobre vaca tinha-se "tornado brava porque aprendera a defender-se". Os Homens, apercebendo-se de que não a domavam...mataram-na.

 

Vejamos a fundo a história!

Um ser que luta com afinco pelas suas próprias razões... Outros seres que atacam, mas que ao longo do tempo não matam, fazendo lembrar que apenas poderiam estar a marcar território e que se o ser não ultrapassasse os limites os outros seres não o matariam....

No final destas regras estarem estabelecidas surgem os pretenciosos salvadores que, sem nunca arriscarem salvarem no início, no primeiro dia dos 12 dias, se tornaram os benfeitores...

Por último, os salvadores apercebem-se que não dominam aquele ser para quem deveriam ser herois... e matam-no por não se sentirem idolatrados.

 

Afinal... Salvamos os outros por respeito à sua existência e por amor aos próximos, ou para aliviarmos a nossa culpabilidade e para que os outros nos amem sem lhes dedicarmos respeito?

 

Eu, dedico-me a não salvar! Quem sou eu? Não faço actos messianicos! Não!

Sou alguém que apenas ambiciona pôr-se a si a aos outros a pensar (por isso partilho num blog!)... Desta forma salvo-me a mim própria porque me apetece partilhar e ouvir a opinião dos outros. Mas, respeito-me e respeito a escolha pessoal dos outros!

 

Publicado por Larissa às 18:47

O modo como eu vejo o mundo... Tão condicionado como o de qualquer outra pessoa.
Pesquisar neste blog
 
Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

12
13
14
15
16
17

18
19
20
22
23

25
26
28
29
30